quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

CORREDORES DE BRTs E TECNOLOGIA HÍBRIDA NO RIO DE JANEIRO

A Rio Eco Consciente participou da 14ª edição da Etransport e da 8ª edição da FetransRio para conferir as novidades sobre mobilidade urbana inteligente e traz agora alguns destaques como os corredores de BRTs (Bus Rapid Transit) e o ônibus híbrido.
Os corredores de BRTs são sistemas baseados em características que os transformam numa excelente opção para melhorar o trânsito: veículos com alta capacidade de transporte (articulados e biarticulados); terminais seguros, confortáveis e cobertos, com embarque em nível (plataformas), ou no piso da rua (com ônibus de piso baixo ou com degraus), venda antecipada e automatizada de bilhetes, permitindo maior agilidade. Curitiba foi a pioneira em toda a América Latina na implantação de BRTs.
O transporte de passageiros do Rio de Janeiro está passando por uma reestruturação, que busca preparar a cidade para receber os grandes eventos esportivos previstos para os próximos anos. Pelas novas regras, ficou estabelecido que a operação dos corredores de BRTs, será realizada exclusivamente pelas concessionárias das regiões em que o corredor passar.
Estão previstos quatro sistemas de BRTs no Rio de Janeiro: o Transoeste, o Transcarioca, o da Avenida Brasil e o Transolímpico.
Durante o evento, eficiência verde foi a promessa da empresa Volvo que apresentou um ônibus híbrido que reduz emissões em até 90%. O ônibus tem dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. Essa tecnologia permite mais economia de combustível e grande redução no impacto ambiental. O consumo de combustível é até 35% menor, o que resulta em redução de emissões de CO2 na mesma proporção, e de até 50% em NOx e particulados. Também há a possibilidade de utilizar como combustível o diesel B30, ou seja, com 30% de biodiesel adicionado ao diesel comum.
O ônibus híbrido vem conquistando o mercado cada vez mais por contribuir com a qualidade de vida da população e também com a preservação do meio ambiente. É um ônibus silencioso, que opera com dois sistemas de propulsão, de forma sustentável.  
O que torna essa solução interessante é a maneira como tudo funciona. O veículo utiliza o motor elétrico para dar partida e arrancar até atingir velocidade de 20km/h. A partir desse momento, é acionado o motor diesel, atuando de forma combinada com o elétrico, assumindo gradativamente a operação. Toda vez que o condutor acionar o pedal de freio, seja para parar em um semáforo, nos pontos de parada, ou no anda-e-pára comum ao trânsito urbano, o motor elétrico passará a funcionar como gerador, realimentando a bateria.