quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ecosia, um buscador que planta árvores

Já pensou em usar um buscador alternativo que planta uma árvore por pesquisa realizada? Pois agora é possível, basta acessar www.ecosia.org, realizar sua busca e uma nova árvore é plantada no planeta. A ideia partiu com o objetivo de estimular as pessoas a adotarem hábitos mais sustentáveis também com a navegação pela internet.



O buscador Ecosia possui o mesmo mecanismo do Google, no entanto, a cada pesquisa realizada no sistema, uma nova árvore é plantada no planeta. Somando mais de dois milhões e meio de usuários em todo o mundo, que realizam cerca de 20 milhões de buscas por mês, o site cumpre papel fundamental para a sustentabilidade de forma inspiradora, desenvolvendo, ainda, outras ações em nome do meio ambiente. Os alemães que criaram o Ecosia se uniram ao Yahoo, ao Bing e à WWF para concluir o projeto, que destina, pelo menos, 80% de suas verbas para um programa de preservação das florestas tropicais no mundo inteiro – sobretudo na Amazônia. Desde sua criação, o buscador obtém dinheiro por meio dos links patrocinados, estabelecidos pelas empresas, que inserem os endereços virtuais no canto direito da tela.

Além do plantio de novas árvores e da doação dos lucros do site, o Ecosia mantém um programa de mitigação de suas emissões de carbono e publica os certificados de neutralização na web. Em nome da transparência, o sistema de buscas também divulga os comprovantes das doações realizadas em nome da natureza.

Por meio deste inspirador projeto, não só as pessoas, como também outras empresas de tecnologia podem ser estimuladas a repensarem e reduzirem seus impactos no meio ambiente. Por exemplo, se apenas 1% dos internautas em todo o mundo trocasse o Google pelo Ecosia, todos os anos seria possível plantar e proteger uma área equivalente ao território da Suíça. Durante as pesquisas realizadas para a produção desta matéria, três novas árvores foram plantadas no planeta.

Fonte: CicloVivo

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Parceria Rio Eco Consciente e Liege Ribeiro Joias



Hoje o nosso post é sobre a mais nova parceria da Rio Eco Consciente. Ficamos muito felizes quando a empresária Liege Ribeiro nos procurou para falar da sua preocupação com o meio ambiente e sobre o desejo de colocar a sua empresa aos nossos cuidados para que pudéssemos criar soluções sustentáveis visando reduzir os impactos causados pela empresa.

Liege Ribeiro transforma sonhos em joias, realçando um design que transmita personalidade, estilo e sofisticação. Com uma proposta que valoriza o design e a assinatura da joia, envolvendo qualidade, leveza e o perfeito equilíbrio entre cores e formas tornando a peça encantadora.



Além de trabalhar com reaproveitamento de prata, em seu site ela dá dicas de como fazer renovação de peças antigas, através de reutilização. Confira:

 “Sabe aquelas peças que você não usa mais porque o brinco perdeu o par, o carro passou por cima do anel na garagem, o colar se partiu na festa e nunca foram achadas todas as partes que se espalharam pelo chão? Elas podem ajudar a compor uma joia completamente diferente e exclusiva. Recolha em casa aquelas peças em ouro jogadas no fundo da gaveta e utilize-as na confecção de novas peças”.
 
Iniciamos um levantamento na empresa, passando por todos os processos e já estamos estudando alternativas de menor impacto ambiental. Uma alternativa que já está sendo implantada é a substituição das tags, que antes eram feitas com papel comum, por tags de papel semente. Dessa forma, o cliente além de levar uma peça personalizada e com qualidade, ele pode plantar esse papel e colher flores, temperos e hortaliças. Para o próximo período será a vez da substituição de embalagens comuns por embalagens ecológicas, feitas com a reciclagem de garrafa pet. 



Ficamos honrados pela confiança e acreditamos que parcerias como essa fortalecem cada vez mais o mercado em prol de um futuro sustentável. Se você também deseja fazer parte dessa mudança, entre em contato e saiba como contribuir para um mundo melhor.

Eco abraços!


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Dia do professor é todo dia!



O nosso post de hoje começa com uma frase de Cora Coralina, que diz feliz é aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. Realmente isso faz muito sentido e representa bem o nosso tema.

Porém, infelizmente, o professor vem sofrendo um processo de desvalorização. O baixo salário, salas superlotadas, violência e falta de perspectiva profissional, são fatores que contribuem para redução desses profissionais no mercado.

Essa é uma realidade que não pode ser ignorada. Temos um governo que não preza pela educação, não investe no professor e se não bastasse, ultimamente está nos fazendo assistir cenas de crueldade contras os professores. Lamentável!

O que hoje deveria ser um momento único de homenagem, é misturado com sentimento de indignação, um dia que para nós, é mais que especial, pois bons profissionais nascem de bons professores. É preciso que todos entendam que valorizar o professor nosso de cada dia, é impulsionar a nação, é gerar progresso.

Monteiro Lobato já dizia que, constrói-se um país com livros e homens. De homens o Brasil está cheio, de livros também. Mas faltam homens que possam lê-los, compreendê-los e construir ideias.

O professor e a semente da educação

Quando lançamos uma semente na terra juntamos a ela a esperança e a certeza de que vai nascer uma planta. Da planta, o fruto, e do fruto, novas sementes. Toda semente carrega em seu bojo uma planta dormindo. É fantástica a lição da semente.

A educação também é assim. A gente planta, planta sempre, mas não pode exigir que a planta venha amanhã. Leva tempo para que uma planta se desperte do sono no berço da semente. Nem sempre é possível colher o que se plantou. 

As coisas caminham devagar. As coisas nem sempre acontecem a curto prazo. Mas é preciso acreditar e plantar com a certeza de que mesmo a longo prazo, a semente germinará.

sábado, 5 de outubro de 2013

Conscientize-se! Outubro Rosa, a tendência é se prevenir!



Outubro ROSA é uma campanha de conscientização realizada no mês de outubro sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento começou a surgir em 1990 na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Hoje o Outubro rosa é realizado em vários lugares.

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente do mundo e mais comum entre as mulheres. No Brasil as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, pois 9 em cada 10 mulheres não conhece o risco e pesquisa afirma que 40% delas nunca conversaram com o médico sobre a doença. 




Para a prevenção do câncer de mama deve-se combater os fatores de risco com a diminuição da gordura endógena e consequente redução de peso corporal e dieta rica em vitamina A. Evitar o ganho de peso, principalmente após a menopausa. Como orientação geral, toda mulher após os 20 anos deve aprender e fazer mensalmente o autoexame das mamas.




O primeiro exame clínico das mamas deve ser realizado aos 20 anos e repetido a cada três anos até os 40 e, então, anualmente. A primeira mamografia deve ser realizada aos 35 anos, repetida aos 40 anos e a partir daí a cada dois anos até os 50 anos, quando passa a ser realizada anualmente. Com os conhecimentos atuais de oncologia preventiva é possível fazer detecção precoce de câncer de mama, que na maioria das vezes recebe tratamento cirúrgico simples, conservador e exclusivo, sem necessidade de radioterapia ou de quimioterapia, e com grande probabilidade de cura.